VET MOSCON

VET MOSCON
Paixão pelos Equinos!

domingo, 17 de janeiro de 2010

HABRONEMOSE CUTÂNEA - RELATO DE CASO

Há mais de um ano, o HVetão recebeu o Felino, um manga larga garanhão com sintomas de habronemose cutânea que é causada por larvas. Os sintomas são lesões que aparecem em locais comuns de ocorrerem traumatismos e onde o cavalo não consegue remover as moscas. Então os locais mais comuns são: rosto, perto da região medial do olho, linha média do abdomem, em machos em torno do pênis e prepúcio. Menos comuns são lesões nas patas, anca e pesco ço. A lesão começa como pequenas pápulas com centro erodido. O desenvolvimento é rápido e as lesões podem atingir 30 cm de diâmetro em poucos meses. No ínicio ocorre prurido intenso e isso pode levar ao auto traumatismo. Em seguida temos um granuloma castanho avermelhado não cicatrizante. Mais tarde a lesão pode se tornar fibrosa e inativa, mas só cicatriza no tempo frio. O diagnóstico é através do clínico (granulomas não cicatrizantes), raspado (econtro de larvas) e biópsia das áreas de lesão. Para evitar esse problema, é importante seguir alguns passos:

1 - Evitar que o animal se machuque
2 - Cobrir feridas abertas
3 - Controle dos vetores
4 - Uso de repelentes em feridas abertas

Segue abaixo as fotos do Felino, e a ferida melhorou muito ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário