VET MOSCON

VET MOSCON
Paixão pelos Equinos!

terça-feira, 20 de julho de 2010

UMA NECROPSIA QUE SERVIU MUITO BEM COMO AULA DE ANATOMIA DOS JABUTIS...

No dia 17/07 realizamos uma necropsia em 2 Jabutis que morreram no LAPAS. Para nós, estagiários, serviu mais como uma demonstração da anatomia da espécie. Por isso, irei relatar o que conseguimos absorver em relação a sua anatomia. Tem bastante foto e por isso dará para compreender legal, qualquer dúvida, já sabem como tirá-las...

Abaixo, tem uma imagem minha com um dos animais que vieram a óbito dias depois. Ela foi trazida ao hospital, depois que uma bióloga a encontrou no meio de uma queimada, o que constatamos na necropsia que seus pulmões estavam queimados realmente.

Fizemos a necropsia de um macho e uma fêmea, uma estava autolisada (devido a demora do tempo de descobrir que o animal estava morto até ser levada a câmara fria) e o outro estava perfeito para a realização da necropsia.

Abaixo, foi feito a dissecação dos músculos para o acesso da cavidade...

Abrindo o casco, olha o material, sinal de dificuldade né...?!

Como disse anteriormente, repare o estado do pulmão do animal. Evidenciando os alvéolos ao lado... Sinal de que foi queimado.

Começando a atentar mais para a anatomia, observe atentamente como o coração dos répteis é dividido: 2 átrios (menores, um está com a colaração mais escura devido a coagulação fisiológica no átrio direito) e um ventrículo.

Em relação ao estômago, primeiramente observem como é bem aderido ao fígado...

Observem o eixo pilórico...

Curiosamente, olha como o baço é de formato diferente, e custou para acharmos...


Atentem-se para a vesícula biliar (de verde). Ela é bem aderida ao fígado!

Ao retirar todo o sistema e suas vísceras, pudemos observar os ossos intercostais, que fica abaixo dos escudos... Tem uma forte composição devido ao que protege, no caso os pulmões...

Oviduto:

O testículo nos testudines são bem aderidos ao rim (perto da ponta do dedo sem luva).

Por fim, observem todo o sistema completo... Iniciando pelo esôfago e traquéia (da direita para a esquerda), passando pelo fígado (bem desenvolvido), coração, estômago, rins, intestinos e por fim o sistema reprodutivo, finalizando na cloaca.

Ah, é importante destacar que o a anatomia visceral e até funcional dos testudines são bastante parecido com o das aves e um fator que diferencia as duas espécies é o fato de que nas aves, apenas um ovário é funcional, no caso dos testudines os dois funcionam muito bem...

Obrigado por acompanharem o blog...

3 comentários:

  1. possuo alguma experiência com cirurgia de répteis e operei muitos jabutis/serpentes para retirada de ovos e folículos atrésicos.

    caso necessite, meu email ademarcouto@gmail.com

    vi o blog por acaso e gostei bastante.

    ResponderExcluir
  2. Acabei de fazer uma necrópsia de um jabuti!
    Tirei várias dúvidas de órgãos com o post do seu blog!
    Parabéns!!!!

    Eu acabei inventando uma maneira diferente de abrir o casco: com formão e martelo, depois que peguei o jeito ficou bem fácil!
    Precisando fazer outra necro de jabuti, fica a dica!!! ;-)

    bjocas
    Tatiany Silveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Tatiany, obrigado pela visita. A dica foi aceita.

      Excluir